Baixe nosso app

NOVIDADES

Maior canal infantojuvenil do YouTube no país doará renda para apoiar crianças com câncer

A causa do câncer infantojuvenil ganhou mais um importante apoio. Desta vez, um dos maiores canais de YouTube do Brasil no segmento infantojuvenil, o Planeta das Gêmeas, abraçou a causa e ajudará o Instituto Ronald McDonald a aproximar mais famílias da cura. A famosa dupla da internet, com mais de 13,5 milhões de inscritos e mais de 3,5 bilhões de visualizações, vai doar parte da renda arrecadada no site para ajudar crianças e adolescentes em tratamento oncológico.

Na página, os seguidores poderão comprar experiências com as gêmeas como, por exemplo, um vídeo com dedicatória ou a presença online em uma festa de aniversário. O intuito da parceria das irmãs Melissa e Nicolle é contribuir para aumentar as chances de cura de crianças e adolescentes com câncer no país.

“O surgimento do site possibilitou que fosse criada essa iniciativa tão importante para nós que é poder auxiliar o sistema beneficente global Ronald McDonald House Charities (RMCH), presente em mais de 60 países. E no Brasil, temos o Instituto Ronald e seus programas”, revela a mãe das meninas, Camila Jakubovic.

Há quase 22 anos, o Instituto Ronald McDonald, premiado pelo quarto ano consecutivo como uma das 100 Melhores ONGs do Brasil do Instituto Doar, atua para aproximar famílias da cura do câncer infantojuvenil. A organização tem a missão de propiciar saúde e qualidade de vida para crianças e adolescentes com câncer e suas famílias no país. Por conta da pandemia, o Instituto Ronald suspendeu algumas de suas campanhas de arrecadações presenciais previstas para 2020, resultando em uma perda nas receitas.

Para o superintendente do Instituto, Francisco Neves, ganhar o apoio do Planeta das Gêmeas é um presente e tanto. “Agradecemos demais essa parceria. Os recursos serão utilizados para auxiliar no dia a dia dos programas da instituição. O câncer, infelizmente, é uma doença que não espera e o tratamento não pode parar. Ações como essa são a nossa esperança para mudar realidade do cenário do câncer infantojuvenil no país”, reitera.

Para saber mais sobre a parceria e como ajudar acesse: www.planetadasgemeas.com.br/#/

As chances de cura
A chance média de sobrevivência à doença é estimada pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) em 64%. Porém, as chances não são as mesmas em todas as regiões do país. Conforme o levantamento feito pelo Inca, enquanto as chances médias de sobrevivência nas regiões Sul são 75% e na região Sudeste são 70%, nas Região Centro-Oeste, Nordeste e Norte elas são 65%, 60% e 50% respectivamente.

Dados sobre a doença
No Brasil, o câncer é a enfermidade que mais mata crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Com a missão de promover a saúde e a qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer, o Instituto Ronald McDonald atualmente é uma das principais instituições que atuam em prol da causa no Brasil. Somente em 2019, foram realizados cerca de 95 mil atendimentos, nas 5 regiões do país, impactando 21 estados e 43 municípios.